sábado, 11 de agosto de 2012

Cuidado com o que ouves

Filho, as vezes eu tenho medo de deixar você chegar sabe. Este mundo está tão difícil, é tanta maldade, tanta influência. E se você se deixar contaminar por isso... Eu confio em você, vou procurar estar ali sempre presente, mas precisas saber que há muita gente lá fora que vai dizer o contrário do que eu te falo em casa. 

Me preocupas em saber se vai achar interessante aquele caminho. É como a Eva no Paraíso, que comeu do fruto proibido mesmo sabendo que não podia, desrespeitando a ordem do pai e ouvindo as pessoas lá fora, as serpentes. Filho, quero te proteger deste mundo cruel, onde para algumas pessoas, a vida dos outros não vale muito. Saiba que me preocuparei quando você sair sozinho e, se eu te ligar no meio da noite, não fique bravo comigo, se eu pedir para você voltar para casa ou não ir a determinado lugar, escute o seu pai. Quero que lembres de mim como uma pessoa que te ensinou a vida, e que foi um grande exemplo para você. Tente sempre dar peso cinco ao que seu pai fala e peso um aos seus amigos da rua ou colégio. Muitos filhos não estão mais aqui vivos hoje porque não fizeram isso. Pode parecer meio careta, mas isso acontece muito por aí filho, o que o amigo fala pode parecer mais legal e interessante mas pode te levar a morte se não for um conselho bom. E sempre que precisar pode contar comigo, estarei aqui para te ouvir mesmo quando não tiver nada legal para dizer. Agradeço muito a Deus pela educação e os limites. Com certeza se não fosse por isso não estaria aqui te escrevendo isso, filho. Enfim , é isso, um dia você vai entender.

18 comentários:

  1. Que lindo... Amei o texto e o blog. *-*
    Já to seguindo.
    She-for-she.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ser um pai não é tarefa fácil. Criar um filho da forma certa exige dedicação e delicadeza.

    ResponderExcluir
  3. Um dia a gente vai entender mesmo. Ser pai deve ser uma das coisas mais difíceis do mundo. Criar, educar, amar e depois vê-los construindo a própria vida, indo pra longe, expostos aos perigos desse mundo maluco.
    Gostei daqui. Visita-me?
    ;D

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu texto, parabéns viu!
    Ser pai e mãe, não é fácil com certeza, eu ainda não sou mãe, mas minha mãe criou eu e minha irmã sozinha e eu vi e até hoje mesmo ainda vejo a luta que ela passou! Meu pai morreu quando eu tinha apenas 4 anos, minha irmã tinha 2 e minha mãe apenas 26, ela foi uma guerreira porque educar, ensinar valores, respeito, isso tudo é uma tarefa tão difícil e nesse mundo em que vivemos hoje principalmente, os valores tem se perdido e o respeito dos filhos estão indo junto!

    ResponderExcluir
  5. Tentei seguir, mas não consegui, não encontrei os membros.
    http://textos-e-trechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amei o texto! Conversar é necessário pra qualquer bom relacionamento e conselho de pai e mãe não existe melhor, né? Eles sempre sabem o melhor pra gente. E quem não ouve se arrepende depois, com certeza!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo!! Realmente, (eu mesma tenho medo as vezes quando penso que um dia terei uma familia...). Mas do jeito que escreves com certeza seu filho saberá o caminho correto... e que Deus esteja ao seu lado e ao lado dele hoje e no futuro, sempre os guiando =)

    http://help-adolecentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Fernando!
    Ser pai e muito dificil, imagina ser filho. Alguns pais tem que entender que a educação que eles deram vão ser compreendido, quando o filho falar para um colega,vamos naquele lugar, se tiver a cabeça boa vai falar que não. Mas a dificuldade dos pais e acredita nos filho.

    ResponderExcluir
  9. Belo texto.... naum sou mto fã do dia dos pais, mais naum nego que é um belo texto...parabéns!!!

    http://mostraoseu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Que bonito texto. Essa é a coisa que mais me assusta hoje em dia, quando penso em ter filhos. É nos caminhos errados que eles podem tomar. Acho que uma boa opção é sempre ser muito amigo de seu filho, para que ele lhe ouça como tal, e não como um pai ou uma mãe. Ainda não tenho filhos, então só suponho que isso deva funcionar =)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto, às vezes questionamos tanta proteção dos nossos pais, principalmente eu que sou mulher e filha única. Mas na realidade, ele só quer proteger. Belo texto. Beijos!

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. eeeu amei o texto, mtmto lindo! meus pais sempre foram mttmo protetores, hojee eem diaa eu entendo o pq ..mais sempre questionei eles mtmttmtmto! :S parabéns, parabéns mesmo lindas palavras!

    bjbjs
    http://www.blahoestraich.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Que lindo texto, os nossos pais sempre nos protegem e nunca conseguimos ver isto, acho que esse texto me ajudou a ver um pouquinho porque meu pai é tão preocupado e tal .-. Adorei.
    http://www.senhoritaliberdade.com

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o texto!


    Beijos,
    http://labellejournal.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
  15. Olá.
    Gostei muito do blog,parabéns.
    Quer fazer parte do Portal Teia,se quiser é só nos fazer uma visitinha.
    Te espero lá.

    ResponderExcluir
  16. Uau! Pais, né?! Não sei se no mundo existem melhores pessoas que eles! Gostei muito Fernando. Vi minha mãe falando aqui agora. haha :)

    p.s.: sobre seu comentário lá no blog, jogos vorazes continua em "em chamas" e "esperança". vale muito a pena!

    http://gabipuppe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Sim, quando ele for pai, entenderá.
    "Você diz que seus pais não entendem, mas você não entende seus pais"
    Se todos os filhos deste mundo refletissem sobre essa música do grande Renato Russo, muitas vidas teriam sido poupadas...

    Desculpe não tê-lo respondido antes, Fernando, mas sei que você sabe como essa vida é corrida! rs' Somente agora consegui me organizar, e, olhe só, consegui achar tempo pra postar numa boa, e tenho tido MUITAS ideias.
    Senti muitas saudades dos seus textos, e por isso estou seguindo agora seus três blogs, porque você parece comigo, cada hora tá em um canto rsrs'
    Enfim, eu escrevo histórias sim, é um hobby que cultivo, e tenho me dedicado a ele porque cada história vêm com uma proposta diferente, enredos diferentes, reflexões diferentes, e personagens muito divergentes. fico feliz que tenha gostado de Like a G6 (sim, acabou na melhor parte, fiz de propósito! rsrsrsrs), e vim avisar que a parte dois já foi publicada, depois dá uma conferida (:

    P.S: essa vai ser longa, mas vai surpreender no final!

    Um grande abraço, e até breve!

    ResponderExcluir
  18. Hey, voltei pra agradecer sua visita e dizer que tem post novo lá! :)

    ResponderExcluir